A maçonaria e o espiritismo

A maçonaria e o espiritismo

O conferencista e médium espírita Divaldo Franco inicia mais um excelente trabalho analisando as bases da Maçonaria e as suas consequências filosóficas para os seus membros. Traz-nos as origens nas civilizações antigas e nomes de personalidades que seguiam os preceitos maçons, como Ruy Barbosa, Voltaire, Abraham Lincoln, D. Pedro I, San Martin.

Analisa, Divaldo, o momento de graves dificuldades sociais vividos, trazendo os postulados Espíritas como alternativa divina para a vitória íntima. A relação de Kardec com a maçonaria, sempre através de amigos. Kardec não foi maçon.

Apresenta-nos os quatro elementos essenciais da pessoa (ponto de vista psicanalítico): a consciência, a personalidade, a identidade e o conhecimento.

Explica-nos, ainda, que as duas doutrinas, não obstante com diretrizes diferentes objetiva o mesmo fim: tornar a criatura humana plenamente feliz.

Encerra Divaldo trazendo semelhanças filosóficas e ideológicas entre a Maçonaria e o Espiritismo. Dignificando a criatura humama e, por consequência, a sociedade.

LOCAL
Americana – SP (aniversário da Loja Maçônica Sublime Universo)

DATA
07/03/1994

Gêneros / Coleções: Acervo Histórico

Deixe sua avaliação