A educação para a plenitude do ser

A educação para a plenitude do ser

Nesta obra, Divaldo Franco nos fala da proposta espírita para a educação integral, baseada no desenvolvimento de valores éticos e responsabilidades morais, tendo como a família como a primeira célula da sociedade.

Recorda-nos, o nobre tribuno, a fundamental contribuição das tradições gregas para a educação. Sparta, com a educação para a guerra, e Atenas, educando para o intelecto.

Divaldo faz reflexões sobre a educação baseada na repetição dos textos, as ideias renascentistas, a educação pelo enraizamento das línguas nativas e Comenius e a educação intuitiva, ratificada posteriormente por John Locke e Jean Jacques-Rousseau.

Divaldo faz citações a respeito de grandes personalidades e suas contribuições para o processo evolutivo da educação como: Pestalozzi, Ivan Pavlov, Sigmund Freud, William Bacon e outros.

Encerra Divaldo sua oratória com a narrativa da história de Alexandre da Macedônia, descrita na coletânea de livros sagrados judaicos, o Talmud, sobre as credenciais para se entrar no paraíso.

LOCAL:
Centro de Convenções do Estado da Bahia

DATA:
03/10/1996

Gêneros / Coleções: Acervo Histórico

Deixe sua avaliação